Comentário (Olga Savary)

Comentário
(Olga Savary)

O amor é um peixe cego. Amor é amar absurdo:
a coisa provisória, o amor abrumado, falta de paz.
Amor é um peixe cego e a água nos chama sem chamar,

chama fría.

Publicado originalmente no livro Espelho Provisório (1950-1970).
Em Haikais/ Olga Savary, Roswitha Kempf Editores,
São Paulo (SP) Brasil, 1986, pág. 27.

Você pode gostar...

Send this to a friend