As rosas XXIV (Rainer Maria Rilke)

As rosas
XXIV
(Rainer Maria Rilke)

Rosa, foi preciso te deixar lá fora
estranha querida?
Que faz uma rosa aqui onde a sorte
se esgota sobre a nossa lida?

Sem retorno. Tu ficas
e compartilhas
conosco, perdidamente, esta vida, esta vida
a que não pertences.

Em As rosas/ Rainer Maria Rilke; tradução e prefácio Janice Caiafa,
Livraria Sette Letras Ltda., Rio de Janeiro (RJ) Brasil, 1996, pág. 67.

Você pode gostar...

Send this to a friend