As rosas XXII (Rainer Maria Rilke)

 

As rosas
XXII
(Rainer Maria Rilke)

Você de novo, você brota
da terra dos mortos,
rosa, você que porta
para um dia todo em ouro

essa felicidade convicta.
E eles deixam, esses
cujo crânio vazio
nunca soube tanto?

Em As rosas/ Rainer Maria Rilke; tradução e prefácio Janice Caiafa,
Livraria Sette Letras Ltda., Rio de Janeiro (RJ) Brasil, 1996, pág. 63.

Você pode gostar...

Send this to a friend