Cântico XV (Cecília Meireles)

Cântico
XV
(Cecília Meireles)

Não queiras ser.
Não ambiciones.
Não marques limites ao teu caminho.
A Eternidade é muito longa.
E dentro dela tu te moves, eterno.
Sê o que vem e o que vai.
Sem forma.
Sem termo.
Como uma grande luz difusa.
Filha de nenhum sol.

Em Cânticos/ Cecília Meireles, 3ª edição,
Editora Moderna Ltda., São Paulo (SP) Brasil, 2003, pág. 39.

Você pode gostar...

Send this to a friend