Enfrentei a vida (Yedda Lamounier)

Enfrentei a vida
(Yedda Lamounier)

Pode ser bem comum esta história.
Corriqueira até, mesmo banal.
Mas, a vida em sua trajetória,
deixou-me n’alma fundo sinal.

Não foi pra ela nenhuma glória.
— Pois sou sensível como um cristal…
Reforcei porém sua vitória
talvez por ser tão sentimental.

Mas, um dia, a enfrentei com desdém.
Desde então, todo o bem que ela risca,
— são apenas rabiscos de giz.

Soube nela me impor muito bem.
Corajosa, repudio a isca,
conseguindo também ser feliz.

Em Soluços do Coração – poesia/Yedda Lamounier,
Gráfica Editôra Livro S.A., Rio de Janeiro (RJ), Brasil,1965, pág. 166.

Você pode gostar...

Send this to a friend