Poema Terceiro (Adalgisa Nery)

Poema Terceiro
(Adalgisa Nery)

Se o momento da grande prece chegar
que eu me encontre livre dos males do passado
para te receber em absoluto amor,
que a frescura das águas das fontes
desça sôbre meus sentidos e minha alma
como o silêncio das tardes sobre as campinas em flor,
que eu me encontre livre das formas que amei
e de tôdas as coisas que desejei
como o sono dos mortos despidos de sonhos.
Se o momento da grande prece chegar
eu quero partir ao teu encontro
como às desconhecidas praias se deitam amorosas as águas do mar.
Se o momento da grande prece chegar
eu ficarei eternamente iluminada
amado meu
e o sol jamais tornar-se-á a deitar.

Da obra original Cantos da Angústia (1948)/ Adalgisa Nery.
Extraído de Mundos Oscilantes – poesia reunida/ Adalgisa Nery,
Livraria José Olympio Editôra S.A., Rio de Janeiro (RJ) Brasil,
1962, pág. 139/140.

Você pode gostar...

Send this to a friend