Amanhã (Olga Savary)

Amanhã
(Olga Savary)

Se devoras teus sonhos
quando se ensaiam apenas
e secamente represas
essa linguagem de flores
e teu desejo de asas
que restam subterrâneas,
quem serás tu, depois
do Grande Sono, amanhã?

Da obra original Espelho Provisório (1947-1970)/ Olga Savary.
Extraído de Repertório Selvagem: Obra Poética Reunida/ Olga Savary,
MultiMais Editorial Produções Ltda., Rio de Janeiro (RJ), Brasil, 1998, pág. 44.

Você pode gostar...

Send this to a friend