A Renda (Olga Savary)

A Renda
(Olga Savary)

A Tadashi Kaminagai

Cercados de suas nuvens,
árvores, águas terrosas,
na sala iluminada menos de luz
que da beleza criada,
seus olhos caíram sobre a renda
em fuga para meus ombros
no vestido branco assistindo à despedida:
— “Renda bonita em cima de mesa.”
Isso acordou o vago deus obscuro
emergindo em forma de pergunta:
— “Só em cima de mesa?”
— Ele sorriu.

Da obra original Espelho Provisório (1947-1970)/ Olga Savary.
Extraído de Repertório Selvagem: Obra Poética Reunida/ Olga Savary,
MultiMais Editorial Produções Ltda., Rio de Janeiro (RJ), Brasil, 1998, pág. 43.

Você pode gostar...

Send this to a friend