O Orquidário (Basilina Pereira)

O Orquidário
(Basilina Pereira)

O orquidário é um poema
onde rimam todas as cores.
Seus meandros verdes e pupilas brancas
cumprem o seu complexo ritual
e exalam, como mistério, o perfume certo
de cada estação.

Longas raízes espreitam
o tempo e o vento
e atraem olhares perdidos.
O solo bordado de estrelas
conta histórias pra quem sabe
que, da luz, vem o milagre
daquela simetria florida.

Em Quase Poesia/ Basilina Pereira, LGE Editora Ltda.,
Brasília (DF) Brasil, 2009, pág. 60.

Você pode gostar...

Send this to a friend