Flanando (José Eduardo Mendes Camargo)

Flanando
(José Eduardo Mendes Camargo)

Voa borboleta, voa;
bate as asas liberdade.
Nas tuas cores a beleza,
nos teus movimentos a graça.

Dança bailarina, dança;
solta tua alma e voa.
No teu movimento o amor,
nos teus olhos a saudade.

Em Sonhos/ José Eduardo Mendes Camargo,
Massao Ohno Editor, São Paulo (SP), 1991, pág. 27.

Você pode gostar...

Send this to a friend