O sentido secreto da vida (Helena Kolody)

O sentido secreto da vida
(Helena Kolody)

Há um sentido profundo
na superficialidade das coisas,
uma ordem inalterável
no caos aparente dos mundos.

Vibra um trabalho silencioso e incessante
dentro da imobilidade das plantas:
no crescer das raízes,
no desabrochar das flores,
no sazonar dos frutos.

Há um aperfeiçoamento invisível
dentro do silêncio de nosso Eu:
nos sentimentos que florescem,
nas idéias que voam,
nas mágoas que sangram.
Uma folha morta
não cai inutilmente.
A lágrima não rola em vão.
Uma invisível mão misericordiosa
suaviza a queda da folha,
enxuga o pranto da face.

Em Viagem no Espelho e vinte e um poemas inéditos/ Helena Kolody,
2ª edição, Criar Edições Ltda., Curitiba (PR) Brasil 2004, pág. 211/212.

Você pode gostar...

Send this to a friend