Tuas flôres (Alvina Nunes Tzovenos)

Tuas flôres
(Alvina Nunes Tzovenos)

Ontem chegaste
e eu chorava.
Era bem um contraste!
Trazias na mão
flôres tão lindas
plenas de expressão:
lilazes,
miúdas e matizadas!

Tuas flôres
arco-íris
após tempestades
trouxeram-me risos!
Desde que nos amamos,
há tantos anos,
em muitas ocasiões
tuas flôres
transbordam
minhas ilusões!

Tuas flôres:
gestos de amôres,
renascendo,
revivendo,
trocando meus prantos
em círios de louvores!

Em Sonhos e Vivências/Alvina Nunes Tzovenos, 1ª edição, Editôra Bels Ltda.,
Pôrto Alegre (RS), Brasil, 1971, pág. 101.

Você pode gostar...

Send this to a friend