O Poeta (Théo Drummond)

O Poeta
(Théo Drummond)

Se o poeta fosse gente
do tipo que nada afeta,
não seria diferente,
mas não seria um poeta.

O poeta é persistente,
tem sua vida secreta:
sonha um sonho permanente,
sua alma é sempre inquieta.

Triste ou alegre, o seu verso
atinge, profundamente,
os corações, como seta.

Ele é filho do universo,
é diferente da gente,
e, por isso, é que é poeta.

Em 100 Sonetos/ Théo Drummond, Caravansarai Editora Ltda.,
Rio de Janeiro (RJ), 2006, pág. 16.

Você pode gostar...

Send this to a friend