Pedido (Théo Drummond)

Pedido
(Théo Drummond)

Deixa o calor do corpo me aquecer;
tua boca dizer que ainda me amas.
Deixa o abraço dos braços te envolver.
Acende em mim, por ti, todas as chamas.

Deixa que em teu olhar eu possa ver
as minhas alegrias e os meus dramas.
Deixa aprender contigo o que é viver;
e possa eu te dar tudo o que reclamas.

Deixa que o teu sorriso me enterneça,
ao perceberes quanto te preciso,
deixa que por destino te mereça.

Deixa que com loucura eu me socorra
de tudo quanto em ti me realizo;
deixa que eu te pertença até que eu morra!

Em 100 Sonetos/ Théo Drummond, Caravansarai Editora Ltda.,
Rio de Janeiro (RJ), 2006, pág. 14.

Você pode gostar...

Send this to a friend