Existo (J. G. de Araújo Jorge)

Existo
(J. G. de Araújo Jorge)

Seu amor me fez real, e me deu o sentido
da alegria de ser total, completamente…
Fez de um pobre poeta em sonhos consumido
alguém que tem nas mãos um mundo! e sofre, e sente!

Seu amor foi a vida a irromper da semente
de um velho coração cansado e ressequido,
o verde que voltou ao ramo nu, pendente,
a imprevisível flor, o fruto inconcebido…

Seu amor foi milagre a cantar pelo chão
como a água, no agreste, a acenar ao viajante
a esperança, o prazer, a vida, a salvação…

Passo a existir, quem sabe? apenas porque a amei…
E ela existe talvez, a partir deste instante
porque ela e o seu amor… em versos transformei!

Em Os mais belos poemas que o amor inspirou IV/ J. G. de Araújo Jorge,
4ª edição, Editora Rideel Ltda., São Paulo (SP), pág. 110.

Você pode gostar...

Send this to a friend