Cântico V (Cecília Meireles)

Cântico
V
(Cecília Meireles)

Esse teu corpo é um fardo.
É uma grande montanha abafando-te.
Não te deixando sentir o vento livre
do Infinito.
Quebra o teu corpo em cavernas
para dentro de ti rugir
a força livre do ar.
Destrói mais essa prisão de pedra.
Faze-te recepo.
Âmbito.
Espaço.
Amplia-te.
Sê o grande sopro
que circula…

Em Cânticos/ Cecília Meireles, 3ª edição, Editora Moderna Ltda.,
São Paulo (SP), 2003, pág. 19.

Você pode gostar...

Send this to a friend